terça-feira, 31 de maio de 2011

O Amor (by Afonso Natan)



Era uma vez uma mulher que conheceu um homem. Ele provou que amava ela e ela aceitou-o como seu amor e viveram felizes para sempre. Felizes para sempre? Que coisa é essa? Agora vocês vão ver o que é o amor de verdade. Amor de alguém que nunca gostou dessas coisas melosas das novelas, nunca gostou de comédia romântica, nem de filmes de romance, nunca gostou de ler romance strictu sensu, nunca gostou de músicas que falam de amor, corno e afins, nunca gostou dessas coisas porque acha uma tremenda falsidade e é um tema muito explorado (e mal explorado) porque ninguém sabe explicar. Ninguém sabe explicar ou ninguém quer explicar? Se não explicar fica mais fácil, o amor fica só na imaginação, alimentando as idéias das meninas que querem conquistar seu amor e viverão felizes para sempre, elas sabem que não é bem assim, mas querem assim é aquilo que Platão dizia como mundo inteligível...

Vamos começar pelas eliminatórias. O que NÃO é o amor? O amor não é paixão. Paixão é o meio para se conquistar o fim que é o amor. Paixão é quando pensamos em outra pessoa incessantemente, quando queremos ver uma pessoa que nos deixa meio inseguros e ao mesmo tempo seguros, tem um sentimento muito forte e a principal característica é a volatilidade. As pessoas apaixonadas ou logo esfriam, ou logo esquentam. É certo que o amor é dinâmico, (explicarei isso mais a seguir) mas a paixão é mais dinâmica ainda. A curva da paixão essa variação é muito elevada. Isso faz com que a pessoa apaixonada ou fica fria facilmente ou fica obsessiva. Nos dois casos estamos diante da paixão. O fogo de palha. O amor também NÃO é gostar sinceramente da pessoa. Gostar não significa que a pessoa ama outra. Gostar é uma amizade que não era pra se transformar em namoro, é o resultado de uma paixão que não era pra dar certo. Há pessoas que não amam, mas gostam e moram debaixo do mesmo teto, nesse caso, a curva do gostar é mais amena, e geralmente o relacionamento é sem graça, nunca tem muita novidade. Eles são só amigos, amigos que fazem coisas de namorados, mas amigos. Às vezes esses amigos estão juntos por pura falta de opção, somente por achar que está enganado acerca de não gostar da pessoa, por uma obsessão, ou simplesmente por esperar do outro cônjuge a iniciativa de terminar o namoro.

Então que cargas d’água é amor? Na Grécia antiga existiam três principais (dentre outras) palavras que significavam amor: Eros, Philos e Ágape. Eros significava sexo que é o auge do amor. O amor sem sexo é como avião sem asa, fogueira sem brasa... Mas é preciso ter cuidado. Esse tipo de amor é talvez o mais perigoso de todos. Sexo por si só é pura paixão, além de que, estando fora de algumas formalidades, é pagão, pecado dos mais infelizes. Mas tem como ter amor e não ter sexo, e esse é próximo ponto. Philos (ou Fraternum do latim) é o amor que temos com nossos irmãos, pais e avós. É querer estar perto, é aquilo que a pessoa quer desinteressadamente outra pessoa por perto, somente por ter aquele vínculo gostoso de união, é aquele composto pelos seus amigos (sim, você ama seus amigos, e maravilhosamente, isso não é gay!) , mas a maneira mais forte que esse amor é manifestado é com nossos pais. Você já parou pra pensar no amor que você tem para seus pais? E porque você pensa no amor das outras pessoas e se elas amam você? Será que você está sendo desinteressado? Antes de passar pra outra definição de amor, eu vou dar logo minha definição de amor entre duas pessoas, mas é claro que a sua será diferente, você provavelmente não concordará comigo. Amor é uma mistura feliz de Philos com Eros e com pitadas de paixão! Quando se gosta de uma pessoa se gosta desinteressadamente, se gosta simplesmente por querer estar junto, querer morar junto, querer somar com aquela pessoa, querer viver com ela, sem intenção alguma, o sexo é só o auge do amor, é a ratificação da constituição familiar. Amor significa, entre outras coisas, querer constituir uma família com a outra pessoa que se ama. Essa é uma das características fundamentais do amor entre duas pessoas. A paixão também é uma característica do amor. Se não tiver paixão o amor será só gostar, como eu disse anteriormente. Precisa ter algo novo e legal para que a convivência seja bastante interessante entre os dois, para que eles não sejam muito evasivos, e monótonos. O amor tem diferente da paixão é, sobretudo, a continuidade dinâmica em vez da volatilidade. É dinâmico porque é apaixonante. E, por fim Ágape é o amor puro aquele incondicional. Poderia se confundir com o amor entre duas pessoas, mas amor incondicional, apesar de ser até parecido, não é igual a amor desinteressado. Amor desinteressado é quando você ama e só ama a pessoa, não fica pensando se gosta ou não, apenas ama. Incondicional é o amor que não sugere nenhuma condição, ou seja, ele é amor por amor, puro e simples. É mais que desinteressado, é o tipo de amor mais puro, já que não há coisa que possa quebrar o amor. Vocês já devem saber que esse tipo de amor só pode vir de uma pessoa: Deus. E é esse amor dele que nos faz vivo. Não é nosso amor cheio de altos e baixos, é Ele que nos dá toda a alegria dele. Como diz o versículo conhecidíssimo no meio evangélico, o amor Ágape é “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu único filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3:16). Às vezes o versículo é tão repetitivo que esquecemos o significado dele. Mas uma dessas e lembramos-nos de tudo... rsrs

4 comentários:

Natanzim47 disse...

Valeu Vanessa pelo espaço cedido no seu Blog! Dou um pacote de biscoito Maria pra quem ler o texto todo e comentar!
KKKKKKKKKK

Anônimo disse...

Filha, linda que texto maravilhoso, principlamente por reconheceres que não existe amor maior do que o que o nosso Deus tem por nós. Agora Natan, quero o pacote de biscoito, promessa é divida. Rsrsrsrs

Aline M. Gomes disse...

No começo achei que seria alguma coisa do tipo "não é amor", mas é MUITO MELHOR!!!! kkkkkkkkkkkk

Como vou receber meu biscoito Maria?????

Vanessa Carneiro disse...

Agora quero ver Natan. Vai ter que arrumar dois pacotes de biscoito Maria. E um deles vc vai ter que mandar pros EUA!