sábado, 5 de fevereiro de 2011

O Morro dos Ventos Uivantes



Toda a história, com poucas exceções, é contada pela testemunha ocular de todos os acontecimentos, uma governanta chamada Ellen Dean, ao locatário da propriedade Thrushcross Grange, também traduzida como Granja da Cruz dos Tordos, em Gimmerton, Yorkshire, Inglaterra, enquanto este se encontrava adoentado.
No início da trama, o patriarca da família Earnshaw resolve fazer uma viagem e traz consigo um pequeno órfão, que todos acham ser um cigano, porém sua procedência não é revelada em hora alguma da narrativa, ao qual denominam Heathcliff. Toda a afeição que o pai logo demonstra pelo menino enciuma seu filho legítimo, Hindley, que acha que está perdendo a afeição do pai para o menino. Sua irmã, Catherine ou Catarina, se afeiçoa por Heathcliff.
Quando o Sr. e a Sra. Earnshaw morrem, Hindley sujeita Heathcliff a várias humilhações. Este passa a ficar bruto e melancólico. Apesar do amor entre ele e Catarina, ela decide casar com Edgar Linton, por esse ter melhores condições de sustentá-la que Heathcliff.
Heathcliff sai do Morro dos Ventos Uivantes e, quando volta, está rico, chamando a atenção de Catarina e despertando ciúmes em seu marido. Fonte: Wikipedia



Não gostei nem desgostei do livro. É o tipo de livro que você pode passar o dia lendo sem se cansar, mas também pode começar a ler, parar e voltar a lê-lo uma semana depois que não vai fazer falta.

A narrativa é boa e a história não é nada previsível. Com exceção de 2 personagens que desde o momento em que os vi sabia que ficariam juntos, não consegui descobrir o final dos outros.

Catherine Ernshaw é uma mimada, egocêntrica e chata.
Heathcliff - Gostei dele no começo e tinha bastante pena dele. Depois... bem, nunca desejei tanto que um personagem morresse. Oh carinha irritante, malvado e vingativo! Nem Nicolae Carphatia (o anticristo da série Deixados para Trás) me irritou tanto quanto ele.
Edgar Linton - MIMADO e preconceituso. Assim como a irmã dele.

Não vou comentar os outros personagens porque posso acabar dando spoiler. Esses aí são os principais e os piores.

Se vale a pena ler? Vale, nem que seja só pra conhecer a história. Se é uma leitura essencial? Não.

Se você já leu e não concorda comigo, comente aí. Pode ser que eu não tenha curtido muito só porque antipatizei os personagens de qualquer forma fica aí o meu comentário. Beijos

3 comentários:

Cíntia Mara disse...

Acho que esta é a primeira resenha negativa que leio sobre ele. Quero ler algum dia, a curiosidade é grande.

Bjos

@enni_smach disse...

eu to lendooooo *-*

achei LINDO
fiquei tão apaixonada por este, quanto fiquei por Orgulho e Preconceito. mesmo que não tenham nada a ver um como outro.

Vanessa Carneiro disse...

Cíntia: Vc deveria ler. Acho que vc ia gostar do Heatclif no começo, depois eu não sei =p Mesmo não tendo gostado muito não me arrependi. Conheci a história e matei minha curiosidade.

Enni: Que bom que vc gostou. Orgulho e Preconceito é muito bom também.