segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

A Verdade sobre os Contos de Fada



Eu sei que esse post vai parecer meio contraditório com o post anterior, mas não é. Deixem eu me explicar. Eu adoro e ainda sou uma das maiores defensoras dos contos de fada, mas não sou daquele tipo de pessoa que quando é fã de alguma coisa se torna cega  e incapaz de ver qualquer desvantagem, erro ou imperfeição. Outra coisa, se vocês acham que as histórias eram contadas da mesma forma que foram retradas pela disney estão muito enganados.
Semana passada eu comprei "Contos de Fadas", uma coletânea organizada pela Zahar com as versões "originais" (da maneira em que foram registrados pela primeira vez em um papel, sem nenhuma alteração) de alguns desses contos. E eu morri de rir enquanto eu lia algumas histórias. Foi daí que eu tirei a ideia para esse post. Então aí vai a cruel (=p) verdade sobre os contos de fada:

  • Raramente aparecem fadas nele.
  • Na versão de Perrault a Chapeuzinho Vermelho e a sua avó morreram ao serem comidas pelo lobo. Não apareceu nenhum caçador para salvá-las. (Mas na dos irmãos Grimm elas foram salvas pelo caçador.)
  • Quando a situação financeira apertava, os pais sempre decidiam abandonar os filhos na floresta.
  • Os dois primeiros porquinhos foram devorados pelo lobo mau.
  • O Pequeno Polegar era ingrato, vingativo, e tão malvado quanto o ogro por ter causado tanta dor para a esposa so ogro que tentou salvar a ele e aos irmãos dele.
  • Branca de Neve era teimosa, desobediente e muito tapada! Ela sempre caia nas armações da sua madrasta. Além disso ela foi bem vingativa e fez a madrasta morrer de uma forma bem cruel.
  • Não foi a Branca de Neve que se ofereceu pra cuidar dos anões, eles que disseram que ela poderia ficar se virasse a empregada deles.
  • Não foi um beijo que acordou Branca de Neve, foi um tropeço e um balançar do caixão. Além disso, tenho fortes suspeitas que seu príncipe encantado sofria de necrofilia. 
  • A Cinderela era boazinha demais. Depois que se casou com o príncipe ainda arranjou bons maridos pras irmãs. Perdoar é uma coisa, mas agir como ela agiu é meio sei lá... perfeita demais para um ser humano.
  • João era ambicioso e ingrato.
  • O príncipe da Pequena Sereia não a amou e casou com outra e ela se transformou num ser de ar. (Também não morreu e virou espuma do mar como vi em versões diferentes da da disney).
  • A Pequena Vendedora de fóforos não teve um final tão feliz, dependendo do ponto de vista.
  • A Bela era ingênua e tapada pra ser tão facilmente enganada pelas suas irmãs.
  • Chachinhos dourados era uma tremenda mal-educada
  • A princesa de "A Princesa e a Ervilha" era uma patricinha fresca e o príncipe era um mauricinho metido.
  • O gato de botas era um trapaceiro.
  • Rapunzel era muito burra. Se ela tivesse ficado de bico calado a feiticeira nunca teria descoberto sobre os encontros dela com o príncipe. Bem... pelo menos não enquanto a barriguinha não começasse a aparecer. (O quê!? Vocês não sabiam? Ela casou logo com o príncipe e ficou grávida de gêmeos. Tudo sem sair da torre.)
  • O príncipe da Rapunzel era burro. Era muito mais prático ter levado logo uma corda em vez de pedaços de pano para ela tecer...)
E pra finalizar deixo uma das frases que me fez ter um ataque de riso. Se você reparar no contexto e que ela é uma metáfora, faz bastante sentido, mas à primeira vista (ou leitura) ela é bem fútil:

"Uma jovem pode muito bem viver de pão e água contanto que tenha belos vestidos."
Pele de Asno - Charles Perrault

Ah! E só pra constar, eu ainda AMO os contos de fada e continuo louca pelos clássicos da disney.

2 comentários:

rafaela disse...

EU QUERO ESSE LIVRO!!! Muhahaha!!

Nathália disse...

E a chapeuzinho vermelho?Essa história da avó dela sair ilesa da barriga de um lobo é muito louca...Realmente descobrir o caminho da literatura infantil até nossos dias é surpreendente. Não conheço muita coisa, mas fico de queixo caído sobre como eram as histórias originais (até pq a maioria não foi escrita para crianças inicialmente)!Ótimo post Vanessa!Amei!Aguçou minha imaginação!Bjins