sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Capa da Monografia + Arte de Hunter Lowis

Desde que decidi as obras que trabalharia na monografia (A Bela e a Fera e A Pequena Sereia) eu também decidi que não usaria as versões da Disney, apesar de amá-las, na capa. E depois que troquei a Pequena Sereia por Ondina, aí mesmo é que se tornou inviável usar a versão da Disney. A única certeza que eu tinha é que eu queria uma capa diferente, que chamasse atenção e fosse absolutamente linda. Depois de muito pensar eu finalmente decidi o que eu queria, mas aí apareceu outro problema: encontrar imagens que se encaixassem com o que eu tinha em mente. Foi aí que eu decidi contratar alguém para desenhar o que eu havia imaginado e foi a melhor decisão que eu já tomei.

Luís Gustavo Sodré, que atende pelo nome artístico de Hunter Lowis, é um desenhista, estudante de psicologia nas horas vagas e amigo meu. Então liguei pra ele, expliquei minha ideia e pedi que ele elaborasse um orçamento. Depois do orçamento combinado e eu ter contratado seus serviços começou todo o processo de elaboração e, gente, eu sabia que ia dar um certo trabalho, mas não imaginei que seria tanto! Mesmo eu dando uma certa liberdade para ele criar as personagens a partir da visão dele, ele fez questão de que eu acompanhasse cada passo, sempre me mandado sketchs pra que eu opinasse ou dissesse qual eu havia preferido. Às vezes a diferença de um desenho para outro era tão pequena que eu passava vários minutos pra conseguir descobrir qual era (tipo: os desenhos eram idênticos e só mudava o olhar da Fera) e quando eu mostrava pra mamãe ela concluía que Gustavo era maluco porque não havia diferença nenhuma entre um desenho e outro. Além disso, ele fez questão de ler tanto A Bela e a Fera quanto Ondina para que pudesse compreender melhor as personagens para desenvolver sua versão delas. No final, A Bela e a Fera ficaram como eu havia imaginado e Ondina ficou bem diferente da concepção original (apesar dele ter mantido a essência da minha ideia, que era ela se desfazendo em água), mas muito melhor do que eu havia imaginado. A baixo, vocês podem observar melhor como foi esse processo de construção da capa.

Eu tentando explicar minha ideia pra Gustavo
Como vocês podem ver na sketch acima, minha habilidade de desenho é altíssima. Esse desenho é quase um Picasso! Eu poderia muito bem ter feito a capa eu mesma, mas como não teria tempo achei melhor contratar alguém.

Logo depois de fechar o contrato com Gustavo, ele me mandou alguns sketchs para que eu pudesse ver a disposição das personagens e ir logo sondando as aparências.

Minha ideia original era mais ou menos essa, mas sem o barquinho.


Depois desses primeiros modelos foi que ele decidiu ler as histórias e então começou a me enviar sketchs das personagens individualmente.

Sketchs da Fera





Tiveram mais alguns sketchs da Fera, mas não consegui achar as que me foram enviadas pelo whatsapp. :(

Sketchs da Bela 


Qualquer semelhança com a Fuu não é mera coincidência


Sketchs da Bela e da Fera juntos

Sketchs de Ondina



  Sketchs finais



Jogo do 1 erro: Encontre a diferença entre os desenhos. (Sim. Eles são diferentes.)

Arte final:

Ao vencedor as batatas! Ops! Obra errada.
Não ficou simplesmente linda essa capa? E eu ainda ganhei um bônus. Como eu tava muito um pouco desesperada porque ainda tava concluindo alguns detalhes da monografia e ainda teria que editar a capa (e não tinha ideia de como fazer isso), Gustavo se compadeceu de mim e editou tudo (lembrando que isso não era parte do serviço, foi só um favor mesmo que ele fez pra mim):

Não tá linda demais!???
Como tudo ficou pronto em cima da hora, mea culpa,  não deu tempo de eu mandar imprimir versões em capa dura para a banca como eu havia planejado, então eu mandei imprimir normalmente e o resultado foi esse:
Depois da defesa (btw, tirei 10,0 galera #me achando), eu fiz alguns ajustes e mandei imprimir a versão final em capa dura:
O bebê com brochura foi o que eu entreguei pra UFMA e o espiralado foi o que eu fiquei.
Só demorei a fazer esse post porque levei alguns meses (pra vocês terem uma ideia, minha defesa foi em julho!) pra mandar imprimir de novo porque toda vez que eu ia na gráfica tava uma fila gigantesca!
Enfim, se você está querendo algo diferente pra capa do seu tcc, seja ele o que for, pro seu convite de casamento, pro seu convite de aniversário, pra colocar em um quadro na sala, no quarto, pra whatever e está pensando em contratar um artista/designer/pintor/não sei a denominação certa pra fazer isso eu super recomendo que você o faça. O preço pode até te parecer caro a princípio, mas vale super a pena. E se  levar em consideração o trabalho que o artista terá tentando conceber algo que te agrade e o tempo que ele gastará nisso nem vai parecer tão caro assim.
Se você gostou dessa capa maravilhosa (que eu ainda não consegui parar de babar porque é linda demais e eu já disse isso umas cinquenta vezes aqui) e quer conhecer um pouco mais do trabalho do Hunter Lowis é só acessar as redes sociais dele:
Tumblr (lembrando que aqui não tem só as ilustrações que ele faz)
E se você quiser contatá-lo para fazer um orçamento aqui vai o telefone dele: 987065948 (você também pode contatá-lo via face)
Ah! E se você nunca leu A Bela e a Fera ou Ondina, eu acho você deveria porque são bem legais e aí nós poderíamos amar a Fera e odiar o Huldbrant juntos. ;)


2 comentários:

Luis Gustavo Sodre disse...

Vanessa!!! Eu sou um péssimo amigo, nunca tinha olhado esse post, desculpa! T^T
Obrigado pela confiança em fazer algo tão importante pra vc, e tbm pra mim, pq com certeza foi um trabalho que me desafiou e tirou o meu melhor (até hj!). Te amo, querida amiga. <3

Vanessa Carneiro disse...

Desnaturado!
Também te amo! <3